5 DICAS DE LEITURA PARA MELHORAR A GESTÃO CONDOMINIAL

 em Informativo

O hábito da leitura traz inúmeros benefícios, o leitor aprende sobre diversos temas que agregam conhecimentos, onde serão colocados em prática na vida pessoal e profissional. Ao reforçar esse argumento em consideração, separamos 5 sugestões de livros para você, síndico, enriquecer ainda mais as suas estratégias de gestão. Independente que você não tenha o hábito de ler, é extremamente importante ganhar bastante engajamento teórico para a melhor execução do seu trabalho. Experimente escolher algum desses títulos e faça a leitura aos poucos, no seu ritmo. Pois o que importa de verdade é se aprimorar sempre.

Quer desenvolver a habilidade de comunicação, aprender a gerenciar melhor o seu tempo, entre outros benefícios? Acompanhe as nossas 5 dicas de leitura e saiba como!

 

1. Dicas práticas de comunicação

Quem nunca teve problemas relacionados à comunicação? Seja por transmitir uma informação de maneira inadequada ou por não ter compreendido corretamente uma mensagem. Fato é que a ausência de assertividade traz muita dor de cabeça, não é mesmo? Em Dicas Práticas de Comunicação, de Marcos Gross, o autor aborda a importância de conhecer o seu interlocutor, sua linguagem e seu repertório cultural.

Com uma leitura leve e descontraída, Gross traz diversas orientações. Uma delas é como utilizar os canais de comunicação com inteligência. Quando se é necessária a conversa sobre o mau desempenho de um colaborador, ou até mesmo o comunicado de sua demissão, deve ser tratado com o diálogo “olho no olho”, promovendo o anúncio presencial. 

 

2. A tríade do tempo

Assim como todo profissional, o síndico precisa ter jogo de cintura para equilibrar as atividades do trabalho. Pensando nisso, indicamos A Tríade do Tempo, de Christian Barbosa.

Uma das dicas de produtividade do autor é sobre a utilização do método SMART para traçar metas. O significado da sigla traduzida para o Português é: S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal). 

Este exemplo poderá ser aplicado para alcançar diversos objetivos como: a modernização de elevadores, a manutenção das áreas de lazer, entre outros projetos condominiais.

 

3. Atendimento nota 10

Em Atendimento nota 10, Ron Zemke e Kristin Anderson trazem dicas de como suprir a expectativa do cliente. Pensando na sua rotina de gestor condominial, exemplificamos como utilizar os princípios básicos de atendimento, apresentados neste livro.

A confiabilidade (cumprir o que foi acertado em assembleia), a empatia (se colocar no lugar dos condôminos), a segurança (demonstrando competência para gerenciar as tarefas do local), a aparência (o asseio não somente às questões de higiene, mas das instalações prediais) e por último, a resposta (a demonstração da boa vontade em esclarecer prontamente as dúvidas ou atender às reclamações).

 

4. Revolucionando o condomínio

Na sua opinião, o seu trabalho como gerente condominial tem sido 100% eficaz? Se a sua resposta for não, a próxima dica de leitura poderá ajudá-lo.

O Livro Revolucionando o Condomínio, de Rosely Schwartz, aborda temas como: o papel do síndico (citando responsabilidades administrativas), o modo de dirigir uma assembleia (trazendo dicas sobre a verificação das instalações), o planejamento e controle (orientando como montar um mapa de previsão orçamentária), entre outros temas pertinentes ao assunto.

Você poderá utilizar este exemplar como um material de consulta dentro do seu cotidiano, além de ser uma ótima fonte para adquirir mais conhecimento sobre o seu segmento de atuação.

 

5. Este barco também é seu

Entre as inúmeras competências que o síndico deve possuir, a capacidade de liderança é umas das mais importantes. Na obra Este barco também é seu, o capitão Abrashoff, compartilha os seus segredos de gestão. Vejamos como aplicá-los em seu cotidiano:

Ver o navio através dos olhos da tripulação (considerar as opiniões e as queixas para alcançar as melhorias internas), informar (deixar os moradores sempre a par do planejamento financeiro e dos problemas do condomínio), estimular a disciplina (fazer com que todos entendam a importância de respeitar as regras, de maneira cordial e não autoritária) e ouvir com atenção (considerar as opiniões e apontamentos dos funcionários e condôminos).

Gostou das nossas dicas de leitura? Se este artigo foi útil para você, deixe a sua curtida e compartilhe em suas redes sociais. Acesse também o nosso blog e confira outros posts sobre comunicação, finanças, atendimento e muito mais! Até a próxima!

Postagens Recentes
Fale Conosco

Envie-nos uma mensagem que logo entraremos em contato. Obrigado!

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt